O TUDO COOPERA! TEM O MAIOR PRAZER EM RECEBER SUA VISITA, ESPERO, DE ALGUMA FORMA, SOMAR COM VOCÊ QUE É SEMPRE MUITO BEM VINDO. VOLTE SEMPRE!

O blog tem este nome porque, eu realmente creio que tudo que acontece, bom ou ruim, acaba contribuindo para o bem, para o crescimento, o amadurecimento, de quem se deixa moldar dentro do processo. Mesmo que na hora não se perceba tal coisa.

quarta-feira, junho 27, 2018

RASGAR-SE E REMENDAR-SE

A imagem pode conter: texto





RASGAR-SE E REMENDAR-SE


As cores da colcha fica a seu critério.
Escuras.
Claras.
Tons pastéis.
Tons quentes!
Terrosos.
Florido.
Combinações infinitas para escolher.
Já a linha, independente da cor ou material, é conveniente usar uma que seja esterilizada.
Que é para diminuir o risco de infecções.
O Perdão é um excelente esterilizador!!
Se usar a agulha com amor, melhor ainda!!
A delicadeza faz com que os pontos sejam dados sem que se perceba.
Não tenha medo!
Faz parte da vida vivida vívidamente esse


RASGAR-SE E REMENDAR-SE
Com carinho,
                          Lúcia Barros


segunda-feira, maio 28, 2018

Fascinada!

Me encanta!
Me fascina!
Força;
Estabilidade;
Estrutura;
Beleza!
Apenas e tão somente é!
É um FAROL!
Construído por homens inteligentes, capazes e...limitados na sua Humanidade.
Existe e
Resiste!
Existe porque
Resiste!
ME ENCANTA E INCENTIVA!

A ser Luz para iluminar a escuridão e  ajudar a se conduzir em meio ao perigo  para permanecer no  Caminho.
Ser estável, para ser confiável.
Ter estrutura, para suportar a força das ondas, que mesmo amedrontadoras, têm sua beleza e função.


Com carinho,
              Lúcia Barros









sexta-feira, abril 06, 2018

Silenciando



Silêncio.
Escuta.
Quanto barulho!
Onde?
Não ouço.
Não é,
Externo
É..
Interno.
Silêncio.
Interno.
Calar-se.
Ouvir-se.
É fácil?
Não.
É possível?
Sim.
Difícil, mas...
Possível!
Silencie-se.
Ouça-se!
Usufrua
Plenitude.



Com carinho, 
                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                   Lúcia Barros





domingo, abril 01, 2018

FELIZ PÁSCOA!!


Ele ressuscitou e está aqui!
Confie e entregue-se.
Entregue-se e caminhe.
Caminhe com perseverança.
Persevere na esperança.
Espere no Seu infinito e inefável amor!



Com carinho,
                                  Lúcia Barros

segunda-feira, março 12, 2018

COR & SANGUE



COR & SANGUE

Lúcia Barros


O sangue,
de qualquer tipo,
embalado por qualquer cor,
seja chamado de frio,
Ou, quem sabe, denominado, quente!
É vermelho!


quinta-feira, março 01, 2018

Mudanças



MUDANÇAS


                                                       Lúcia Barros


Realidade para ser lembrada por todos nós.
Eu me mantenho num processo constante e paulatino, portanto, a mudança é uma realidade na minha vida.
Mesmo quem escolhe não se manter no processo, muda.
Mesmo que imperceptivelmente. Beeeem diluído. Mas... Muda!
A vida é dinâmica!
Se a pessoa não muda, as circunstâncias mudam e então, muda-se o fazer, mesmo que não se mude o pensar.
Eis presente a dicotomia entre pensar e fazer.
Uma autoavaliação faz bem.
Mudar é inerente a vida.
Mudar conscientemente, para melhor, torna o encantamento da superação na vida vívida e bem vivida!



Abraçoo!


 
A imagem pode conter: texto

A imagem pode conter: Lúcia Barros, sorrindo, atividades ao ar livre e close-up


terça-feira, fevereiro 27, 2018

Realidade paralela



Nada como a leveza da alma!
Faz flutuar.
Ás vezes, parece até que se está em um universo paralelo.
Pode até despertar julgamentos, olhares condenatórios, inveja!
Mas...
A realidade é outra.
É flutuante!

Ignore e siga.
Siga flutuando.

Lúcia Barros